sábado, 28 de fevereiro de 2015

Amor e justiça

Houve, séculos atrás, uma tribo cujo chefe era tido como superior aos chefes de todas as demais tribos.

Naquela época, a superioridade era medida pela força física.
Assim, a tribo mais poderosa era a que tinha o chefe mais forte.
Mas o chefe de que estamos falando não tinha somente força física. Ele era também conhecido por sua sabedoria.

Desejando que o povo vivesse em segurança, ele criou leis abrangendo todos os aspectos da vida tribal. Eram leis severas que ele, como juiz imparcial, fazia cumprir com rigor.

Certa feita, problemas começaram acontecer na tribo. Alguém estava cometendo pequenos furtos.
O chefe reuniu a tribo e com tristeza no olhar, frisou que as leis tinham sido feitas para os proteger, para os ajudar.

Como todos tinham o de que necessitavam para viver, não havia necessidade de ocorrerem furtos. Assim, ele estabeleceu que o responsável teria o castigo habitual aumentado de 10 para 20 chibatadas.
Os furtos, entretanto, continuaram. Ele voltou a reunir o grupo e aumentou o castigo para 30 chibatadas.

Mas os furtos não cessaram.
Suplicando o chefe pediu:
- Por favor, estou suplicando. Para o bem de vocês, os furtos precisam parar. Eles estão causando sofrimento entre nós.
E aumentou o castigo para 40 chibatadas.

Naquele dia, os que estavam próximos dele, viram que uma lágrima escorreu pela sua face, quando ele dispersou o grupo.
Finalmente, um homem veio dizer que tinha identificado o autor dos furtos.

A notícia se espalhou e todos se reuniram para ver quem era.
Um murmúrio de espanto percorreu a pequena multidão, quando a pessoa foi trazida por dois guardas. A face do chefe empalideceu de susto e sofrimento.

Era sua mãe. Uma senhora idosa e frágil.
"E agora?" Pensou o povo em voz alta. Todos começaram a se questionar se o chefe seria, ainda assim, imparcial. Será que ele faria cumprir a lei? Seria o amor por sua mãe capaz de o impedir de cumprir o que ele mesmo estabelecera?

Notava-se a luta íntima do chefe que, por fim, falou:
- Meu amado povo. Faço isso pela nossa segurança e pela nossa paz. As 40 chibatadas devem ser aplicadas, porque o sofrimento que este delito nos causou foi grande demais.

Acenou com a cabeça e os guardas fizeram sua mãe dar um passo à frente.
Um deles retirou o manto dela, deixando à mostra as costas ossudas e arqueadas. O carrasco, armado de chicote, se aproximou e começou a desenrolar o seu instrumento de punição.

Nesse momento, o chefe deu um passo à frente. Retirou o seu manto e todos puderam ver seus ombros largos, bronzeados e firmes.
Com muito carinho, ele passou os braços ao redor de sua querida mãe, protegendo-a, por inteiro, com o próprio corpo.

Ele encostou o seu rosto ao da mãe e misturou as suas com as lágrimas dela.
Murmurou-lhe algo ao ouvido e então, fez um sinal afirmativo para o encarregado.

O homem se aproximou e desferiu, nos ombros fortes e vigorosos do chefe da tribo uma chibatada, após outra, até completar exatamente 40.

Foi um momento inesquecível para toda a tribo que aprendeu, naquele dia, como se podem harmonizar com perfeição, o amor e a justiça.

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

O "eu" que os outros vêem

Você podem vislumbrar sua auto-imagem olhando as pessoas que o cercam. Todos nós travamos relacionamentos com pessoas que nos tratam da maneira como acreditamos que merecemos ser tratados. Pessoas com uma auto-imagem saudável exigem respeito daqueles que as cercam. Elas tratam bem a si mesmas, estabelecendo um exemplo do modo como os outros devem tratá-las.

Se você tem uma auto-imagem ruim, irá se confrontar com todos os tipos de maus tratos e aborrecimentos vindos de praticamente todo o mundo. As pessoas nos tratam do modo como nos tratamos. Aqueles com quem nos relacionamos percebem rapidamente o quanto respeitamos a nós mesmos. Se há respeito próprio, todos seguem fazendo o mesmo, respeitando-nos!

Quando estamos nos sentindo mal a nosso próprio respeito, por exemplo, tendemos a descontar a insatisfação em nós mesmos. Isso pode se manifestar de várias maneiras, tais como surtos de comilança de “besteiras”, acidentes, doenças, privação de comida, etc... O fato é que o modo como nos tratamos é um reflexo do quanto estamos gostando de nós mesmo em um determinado momento.

Uma auto-imagem ruim diz: “Eu mereço”. E isso leva a pessoa a sabotar subconscientemente a própria felicidade. Por isso, é de máxima importância que você faça tudo o que estiver ao seu alcance para manter pensamentos positivos em sua mente. Isso irá assegurar que você se mantenha feliz como pessoa.

E para você melhorar o modo como se sente em relação a seu próprio respeito: aceite elogios, elogie, fale bem de si mesmo, valorize-se, trate bem do seu corpo, faça com que as pessoas saibam como você deseja ser tratado, cerque-se de boas pessoas, use afirmações positivas e tenha sempre em mente a imagem daquilo que você deseja ser e não daquilo que você é.

Em poucas palavras: ame-se! E lembre-se sempre disso: você merece amor e respeito pelo simples fato de você ser você!

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Terremotos

Dizem que, passado o terremoto de Lisboa (1755), o Rei perguntou ao General o que se havia de fazer. Ele respondeu ao Rei: “Sepultar os mortos, cuidar dos vivos e fechar os portos”.

Essa resposta simples, franca e direta tem muito a nos ensinar.

Muitas vezes temos, em nossa vida, “terremotos” avassaladores como o de Lisboa no século XVIII. A catástrofe é tão grande que muitas vezes perdemos a capacidade de raciocinar de forma simples, objetiva.

Todos nós estamos sujeitos a “terremotos” na vida. O que fazer?

Exatamente o que disse o General: “Sepultar os mortos, cuidar dos vivos e fechar os portos”. E o que isso quer dizer para a nossa vida? Sepultar os mortos significa que não adianta ficar reclamando e chorando o passado. É preciso “sepultar” o passado. Colocá-lo debaixo da terra. Isso significa “esquecer” o passado. Enterrar os mortos.

Cuidar dos vivos significa que depois de enterrar o passado, em seguida temos que cuidar do presente. Cuidar do que ficou vivo. Cuidar do que sobrou. Cuidar do que realmente existe. Fazer o que tiver que ser feito para salvar o que restou do terremoto.

Fechar os portos significa não deixar as “portas” abertas para que novos problemas possam surgir ou “vir de fora” enquanto estamos cuidando dos vivos e salvando o que restou do terremoto de nossa vida. Significa manter o foco no “cuidar dos vivos”. Significa concentrar-se na reconstrução, no novo.

É assim que a história nos ensina. Por isso a história é “a mestra da vida”. Portanto, quando você enfrentar um terremoto, não se esqueça: enterre os mortos, cuide dos vivos e feche os portos.

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Afiando o seu humor


O senso de humor está ligado à habilidade de brincar e é indispensável para qualquer tipo de pensamento criativo. Para afiar seu sendo de humor você tem de se permitir brincar.

Por exemplo: você considera o trabalho uma punição ou acha que o tipo ideal de trabalho é aquele que é divertido? Você acha que os problemas existem para arruinar a nossa existência ou para estimular a nossa imaginação?

Quanta importância você dá à criatividade e à diversão em sua vida? Uma coisa é certa: humor faz as pessoas rir ou, ao menos, sorrir. Você pode rir sozinho, e também fazer os outros rir...

Rir é tão contagiante quanto o tédio ou a tristeza. É impossível você usar seu senso de humor se não rir regularmente.

Rir exige a contração de dois ou mais grupos musculares da face... Se você ri raramente, esses músculos podem atrofiar e você acabar tendo uma carranca permanente...

Portanto, faça regularmente alguns exercícios que utilizem todos os músculos faciais; caretas, por exemplo. Isso colocará um sorriso em sua face e irá ajudá-lo a se manter jovem.

Mas, você pode fazer melhor ainda: saia e aproveite todas as situações que puder... para rir.

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Assuma mais riscos

Você deve cultivar a mentalidade de uma pessoa para quem assumir riscos é natural e que vai continuar tentando alcançar o que quer, aquilo que sonha, até conseguir.

Você deve ser alguém que não vai se conformar em ter um pássaro na mão, se esse não for o pássaro certo. Deixe que os outros aceitem o que não querem por achar cômodo, porque não têm coragem e desistem diante da primeira dificuldade.

As pessoas, na sua maioria, preferem permanecer em sua zona de conforto, onde acham que estão em segurança, mesmo que isso signifique nunca realizar seus sonhos.

Zona de conforto é aquela que as pessoas conhecem bem e na qual se sentem perfeitamente à vontade.

É um lugar seguro, previsível e facilmente administrado. E são muitos os que voltam a refugiar-se nela assim que põem o pé para fora, porque não suportam o desconforto. Assim, desistem de ir atrás das possibilidades e de aproveitar as oportunidades que o lado de fora oferece.

Querer sentir-se confortável, numa área perfeitamente conhecida, é o grande inimigo do ímpeto, algo que seduz a pessoa com uma falsa sensação de bem-estar, mas que a mantém abrigada do estresse, da pressão, do medo de tentar e falhar. Mas, para os que tomam coragem para sair de sua zona de conforto, as recompensas são enormes.

Um bom exemplo é o ator Brian Blessed que, em 1990, aos 58 anos, escalou o Everest sozinho e tornou-se o homem mais velho a alcançar a altura de 8 mil e 400 metros. Realizou um sonho que tinha desde os 14 anos e não parou mais.

Depois disso, chegou ao topo do Everest por outras duas vezes, escalou o Kilimanjaro, o Aconcágua, no Chile, e o Roraima, na Venezuela. O que ele costuma dizer quando alguém o taxa de louco: “Todos nós temos nosso Everest para escalar.

Só é preciso tentar. Se eu não tivesse pelo menos tentado, nunca conseguiria. Penso que o maior perigo na vida é não arriscar”.

domingo, 22 de fevereiro de 2015

O outono

O outono se faz presente entre nós.
A brisa de outono acaricia-nos com o rolar das folhas amarelecidas pelo caminho.
Caem com a permissão do Pai, mas movidas pela ordem e disciplina do tempo, organizando a natureza. 
Assim é a vida em seus ciclos naturais.
É tempo de recolher-se, de interiorizar-se.
A estação gesta de luz seus frutos, amadurecendo os frutos de outono.

Os ciclos naturais da vida aqui na terra, cobrem-se da Luz do Pai, que nutre, orienta e que por si só contém a beleza própria de cada idade.
Colhemos os frutos no outono do viver . . .

Cabe a cada um a preocupação com as boas sementes.
Que o plantio seja abundante, repleto de bondade, paz, amor, para que a colheita, que é obrigatória, seja farta, plena, repleta das bem-aventuranças e felicidade, que preenchem e inundem o coração, tanto no ato de semear com amor, como no ato do colher.

Cada ciclo é importante.
Não sejamos pródigos com o tempo.
Não deixemos passar as estações aleatoriamente, ociosamente . . .
A qualidade do fruto é importante para a colheita.

Quando o Pai, na sua infinita bondade, colocou as sementes em nosso coração depositou-as para que nós as fertilizássemos e as frutificássemos, aliadas à Luz e ao solo fértil.

Raramente dá frutos amargos uma plantação doce.
Plante sementes de otimismo, de bondade, de alegria, de Paz e de serenidade nos corações humanos.

Por onde passar, plante.
O terreno é fértil em cada coração.
Cada coração espera.
Renove as sementes.

Plante Amor . . .
Deixe seu rastro de amor e de luz por onde passar.
Nesta época de outono, do ciclo natural das estações do planeta, as pessoas estão carentes de um gesto de carinho, de um sorriso, de palavras doces, de compreensão.

Ajude a todos na semeadura, com seu exemplo fraterno.
Ao Pai cabe a seleção e o julgamento das boas sementes . . .
Somos hoje, nesta estação da eternidade, o produto das semeaduras passadas.

É hora de Plantar . . .
Aproveite!

Que seus frutos sejam saborosos, doces, suaves, para que todos possam se beneficiar, para que não os saboreie sozinho.

A Seara do Pai é de uma vastidão incomensurável, à espera de mãos fortes e corações nobres.

A Alegria é o bálsamo do coração, fruto da alma, do espírito . . .

O outono se faz presente entre nós.
A brisa de outono acaricia-nos com o rolar das folhas amarelecidas pelo caminho.
Caem com a permissão do Pai, mas movidas pela ordem e disciplina do tempo, organizando a natureza.

Assim é a vida em seus ciclos naturais.
É tempo de recolher-se, de interiorizar-se.
A estação gesta de luz seus frutos, amadurecendo os frutos de outono.

Os ciclos naturais da vida aqui na terra, cobrem-se da Luz do Pai, que nutre, orienta e que por si só contém a beleza própria de cada idade.
Colhemos os frutos no outono do viver . . .

Cabe a cada um a preocupação com as boas sementes.
Que o plantio seja abundante, repleto de bondade, paz, amor, para que a colheita, que é obrigatória, seja farta, plena, repleta das bem-aventuranças e felicidade, que preenchem e inundem o coração, tanto no ato de semear com amor, como no ato do colher.

Cada ciclo é importante.
Não sejamos pródigos com o tempo.
Não deixemos passar as estações aleatoriamente, ociosamente . . .
A qualidade do fruto é importante para a colheita.

Quando o Pai, na sua infinita bondade, colocou as sementes em nosso coração depositou-as para que nós as fertilizássemos e as frutificássemos, aliadas à Luz e ao solo fértil.

Raramente dá frutos amargos uma plantação doce.
Plante sementes de otimismo, de bondade, de alegria, de Paz e de serenidade nos corações humanos.

Por onde passar, plante.
O terreno é fértil em cada coração.
Cada coração espera.
Renove as sementes.

Plante Amor . . .
Deixe seu rastro de amor e de luz por onde passar.
Nesta época de outono, do ciclo natural das estações do planeta, as pessoas estão carentes de um gesto de carinho, de um sorriso, de palavras doces, de compreensão.

Ajude a todos na semeadura, com seu exemplo fraterno.
Ao Pai cabe a seleção e o julgamento das boas sementes . . .
Somos hoje, nesta estação da eternidade, o produto das semeaduras passadas.

É hora de Plantar . . .
Aproveite!

Que seus frutos sejam saborosos, doces, suaves, para que todos possam se beneficiar, para que não os saboreie sozinho.

A Seara do Pai é de uma vastidão incomensurável, à espera de mãos fortes e corações nobres.

A Alegria é o bálsamo do coração, fruto da alma, do espírito . . .

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Perceba

Perceba que mais um dia começou e, que bom, ele é todo seu. Perceba que  você tem o tempo em suas mãos e, mesmo quando atolado em problemas,  a vida espera que você tome as decisões para seguir em frente.

Perceba que se você ficar deitado, com medo da vida, com medo até do ar  que respira, tudo ao seu redor vai parar. Perceba que você é o capitão de  um navio cuja rota e destino dependem de suas atitudes.

Perceba que culpar a situação, a crise e as pessoas é a nossa primeira reação de  defesa quando sentimos que perdemos o comando do nosso navio, e que  para retomar o timão é preciso coragem para assumir as próprias  fraquezas, é preciso determinação para seguir na direção certa,  determinada por você.

Perceba que a vida o presenteou com inúmeros recursos, como a inteligência e a capacidade de comunicação. Se você usufrui destes  recursos, já tem tudo isso e ainda sabe que é um ser privilegiado, então não falta nada, só falta rumo e determinação.

Perceba que todas as pessoas possuem qualidades e defeitos. Sem  respeitar o ser humano que luta ao seu lado por dias melhores, o seu navio  encalha e atrapalha os outros que estão chegando.

Perceba que a felicidade talvez já não seja mais um porto distante, mas um  ponto no horizonte.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

A vida

Não, a vida não é perfeita, nada na vida é e nada tem obrigação de ser.  Aliás, nem nós mesmos que deveríamos ser perfeitos, pois exigimos tanto  da vida, dos outros, dos fatos, somos.

Tudo depende da importância que damos a determinadas coisas e onde  colocamos nossos anseios, desejos, vontades e alegrias.  Já que a vida não é considerada perfeita, também não é totalmente  imperfeita. É tão incrível como em determinados momentos esquecemos  que nossa estadia neste planeta é passageira e que não sabemos quando  terminará esta nossa viagem.

E o pior, esquecemos que talvez não  tenhamos tempo de conhecer tudo, de saber tudo, de aprender tudo e não
errar.

Então temos que viver tudo intensamente, considerando as imperfeições e as coisas que não são exatamente como  gostaríamos.  Nunca é tarde para tentar ser feliz, é verdade, mas também não devemos  pensar que é cedo demais, pois não sabemos quanto tempo ainda temos  para ficar tentando ser feliz.

Ser feliz! O que é ser feliz? Esta pergunta é no mínimo complexa. Mas, no  fundo tudo depende de como encaramos os fatos. Percebe? Quando uma  gota cai, a forma em que ela chegará ao chão vai depender de como ela foi  originada. Se com uma grande quantidade de água, se com pouca, se suja,  ou límpida.

Portanto, a importância dedicada ao início dos acontecimentos, determina  os resultados. Se soubermos começar com coerência, otimismo e verdade, com certeza isto nos trará algo de bom no final, nem que seja uma boa lição.

Então, analise bem as gotas da sua vida e tome cuidado para que elas não  se tornem cachoeiras ou uma fonte inesgotável de tristezas.

O momento mais importante da vida é o agora.
O presente é seu. Fique à  vontade!

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Vencer-se

              
Vencer o medo, vencer o fracasso, vencer a depressão, a ansiedade, colocar sentidos na sua vida, apontar rumos e direção, ter motivação para viver, eis a grande tarefa do ser humano, amar-se para poder amar sem medidas.

Hoje é dia de reflexão, de pensar um pouco mais, de dar pequenos passos em direção a felicidade, sair da casca que te prende ao "mesmo", fazer diferente, mudar, buscar outros caminhos, e nessa busca de melhoria interior, você pode:

- ouvir uma nova música,
- ler um livro diferente,
- conversas com um desconhecido,
- ir por outra direção,
- andar a pé, ou pegar um ônibus errado,
- escrever uma poesia, ou uma dissertação,
- visitar um hospital, doar sangue,
- passar uma tarde nas ruas, na praia,
- estender a mão para quem precisa muito mais,
- descobrir que o seu umbigo não é o centro do mundo,
- fazer uma oração de agradecimento, sem pedir nada...

Pare, pense, realize, mude, experimente-se, descubra que além da dor existem recados, toques divinos chamando para uma nova postura, você deve descobrir o motivo de estar aqui, e perceber que você é sim, muito importante.

Pode e deve fazer a "diferença", pode e deve, amar e ser amado, sem pesos e sem medidas, descobrir que o mundo sempre será; do tamanho que você deseja ser, pois em você brilha  um sol de infinitas POSSIBILIDADES. Hoje é dia de vencer a si mesmo e conquistar!

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Não espere perder pra valorizar

Nunca deixe nada mudar quem você é e no que você acredita. Não se deixe influenciar por ninguém. Não ache que por ter algum status ou uma situação financeira melhorzinha, isso te faz maior que alguém.
Lembre-se dos que sempre estiveram ao seu lado, independente do que você possuía ou não. Não mude seu caráter, nem seus princípios.
Independente de onde esteja, seja o que sempre foi e o que os outros acreditam que você é. Não há nada pior que uma imagem manchada. Não há nada mais constrangedor do que alguém perder a confiança no que você faz e fala.
É dura a realidade, mas muitos se aproximam não pelo o que você é, mas para buscar algum tipo de benefício.
Não se iluda com momentos passageiros que não irão valer de nada. Não se iluda com pessoas que nada tem a oferecer, a não ser problemas e atrapalhar o que pode ser eterno em sua vida. De tentações o mundo está cheio, mas devemos escolher o que queremos de verdade e focar no que realmente é prioridade para nós.
Cabe a você decidir quem é importante em sua vida.
Não espere perder pra dar valor e reconhecer a importância que aquela pessoa tinha na sua vida. Isso é clichê, todo mundo fala, mas é a mais pura e dolorosa verdade. Muitos só dão valor ao que tinha nas mãos e o quanto era feliz, quando perdem.
Não espere isso acontecer pra amar, dar valor e cuidar de quem te ama.
Pedir perdão e desejar a volta daquela pessoa depois, não irá ajudar a trazê-la de volta.
Qualquer coisa que seja feita ou qualquer palavra dita não irá resolver nada, caso já seja tarde demais.

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

O triunfo vem com o trabalho

Eu creio em mim mesmo.
Creio nos que trabalham comigo, creio nos meus amigos e creio na minha família.
Creio que Deus me emprestará tudo que necessito para triunfar, contanto que eu me esforce para alcançar com meios lícitos e honestos.
Creio nas orações e nunca fecharei meus olhos para dormir, sem pedir antes a devida orientação a fim de ser paciente com os outros e tolerante com os que não acreditam no que eu acredito.
Creio que o triunfo é resultado de esforço inteligente, que não depende da sorte, da magia, de amigos, companheiros duvidosos ou de meu chefe.
Creio que tirarei da vida exatamente o que nela colocar.
Serei cauteloso quando tratar os outros, como quero que eles sejam comigo. Não caluniarei aqueles que não gosto. Não diminuirei meu trabalho por ver que os outros o fazem. Prestarei o melhor serviço de que sou capaz, porque jurei a mim mesmo triunfar na vida, e sei que o triunfo é sempre resultado do esforço consciente e eficaz.
Finalmente, perdoarei os que me ofendem, porque compreendo que às vezes ofendo os outros e necessito de perdão.
Mahatma Gandhi

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Defeito de Mulher


Quando Deus fez a mulher, já estava nas horas extras de seu sexto dia de trabalho.
Um anjo apareceu e perguntou:
- Senhor, por que gastas tanto tempo com esta criatura?
E o Senhor respondeu:
- Você viu a ‘Folha de Especificações’ para ela?
- Ela deve ser completamente flexível, porém não será de plástico, deve ter mais de 200 partes móveis, todas arredondadas e macias e deve ser capaz de funcionar com uma dieta rígida, ter um colo que possa acomodar quatro crianças ao mesmo tempo, ter um beijo que possa curar desde um joelho raspado até um coração ferido’
O anjo se maravilhou com os requisitos e indagou curioso:
- E este é somente o modelo Standard?
E ponderou:
- Senhor, é muito trabalho para um só dia, espere até amanhã para terminá-la.
E o senhor retrucou:
Não. Estou muito perto de terminar e esta criação é a favorita de Meu próprio coração. Ela se cura sozinha, quando está doente; e pode trabalhar 18 horas por dia.
O anjo se aproximou mais e tocou a mulher.
- Porém a fizeste tão suave Senhor!
E Deus disse:
- É suave, porém, a fiz também forte. Não tens idéia do que pode agüentar ou conseguir.
- Será capaz de pensar? – perguntou o anjo.
Deus respondeu:
- Não somente será capaz de pensar, mas também de raciocinar e negociar, mesmo que pareça ser desligada ela prestará atenção em tudo o que for importante.
Então, notando algo, o anjo estendeu a mão e tocou a pálpebra da mulher…
- Senhor, parece que este modelo tem um vazamento… Eu Te disse que estavas colocando muitas coisas nela.
- Isso não é nenhum vazamento… . É uma lágrima – corrigiu o Senhor.
- Para que serve a lágrima?’ – perguntou o anjo.
E Deus disse:
- As lágrimas são sua maneira de expressar seu amor, sua alegria, sua sorte, suas penas, seu desengano, sua solidão, seu sofrimento e seu orgulho.
Isto impressionou muito ao anjo.
- És um gênio, Senhor. Pensaste em tudo. A mulher é verdadeiramente maravilhosa.
- Sim, ela é!
- A mulher tem forças que maravilham os homens.
- Agüentam dificuldades, carregam grandes cargas físicas e emocionais, porém, têm amor e sorte.
- Sorriem, quando querem gritar.
- Cantam, quando querem chorar.
- Choram, quando estão felizes e riem, quando estão nervosas.
- Lutam pelo que acreditam.
- Enfrentam a injustiça.
- Não aceitam ‘não’ como resposta, quando elas acreditam que haja uma solução melhor.
- Privam-se, para que sua família possa ter algo.
- Vão ao médico com uma amiga que tem medo de ir sozinha.
- Amam incondicionalmente.
- Seu coração se despedaça, quando morre uma amiga, mas são ainda mais fortes quando pensam que já não há mais forças.
Porém, há um defeito que não consegui corrigir:..
-É que às vezes elas se esquecem o valor que elas tem…

domingo, 15 de fevereiro de 2015

Apaixone-se

Apaixone-se definitivamente pelo seu sonho, o sonho de ninguém deve ser mais apaixonante que o seu.
Apaixone-se pelo seu talento mesmo que seu senso crítico insista para você escolher realizar outras coisas mais convenientes.
Apaixone-se mais pela viagem do que pela chegada a seu destino, a primeira é garantida.
Apaixone-se pelo seu corpo mesmo que ele esteja fora de forma, pois de "qualquer forma" ele é a única casa que você possui.
Desapaixone-se de seus medos, eles minam sua alegria de viver.
Apaixone-se pelas suas memórias mais deliciosas, ninguém pode tirá-las de dentro de você e elas são excelentes fontes de inspiração em momentos de dor.
Apaixone-se por aquelas besteiras saudáveis que passam por sua mente entre um e outro momento de estress, eles ajudam a sobreviver.
Apaixone-se pelo sol, ele é fiel, gratuito, absolutamente disponível e dá prazer.
Apaixone-se por alguém, não espere alguém se apaixonar antes por você, só por garantia e segurança.
Apaixone-se pelo seu projeto de vida, acredite, não dá certo fazer isto a dois.
Apaixone-se pela dança da vida que está sempre em movimento dentro da gente, mas que, por defesas nós teimamos em algemar.
Apaixone-se mais pelo significado das coisas que você conquistar do que pelo seu valor material.
Apaixone-se por suas idéias mesmo que tenham dito que elas não serviam para nada.
Apaixone-se por seus pontos fortes mesmo que os pontos fracos insistam em ficar em alto relevo no seu cérebro.
Apaixone-se pela idéia de ser verdadeiramente feliz, felicidade encontra-se de sobra nas prateleiras de seus recursos interiores.
 Apaixone-se pela música que você pode ser para alguém...
Apaixone-se por ser humano!
Apaixone-se definitivamente por você!
Apaixone-se rápido! O poder de decisão só pertence a você!
AUTOR DESCONHECIDO

sábado, 14 de fevereiro de 2015

Sol nasce de novo

Há ocasiões em nossa vida que a noite parece interminável... É assim quando todas as esperanças parecem ter ido procurar refúgio em algum lugar,  menos no nosso coração.  Não somamos nossas alegrias  como somamos nossos problemas. Quando passamos por um caminho difícil,  fazemos uma revisão do que  vivemos e temos vivido e somamos  as dores,  que parecem crescer a cada  lembrança.

Se, inversamente, fizéssemos o mesmo com nossos momentos de alegria,  encontraríamos razões a mais para viver e forças suplementares para  sobreviver aos impasses da vida.  Por mais longa que seja a noite,  por mais lento que tenha sido  o relógio e por mais dolorido que tenha estado nosso coração.  Pouco importa se no dia seguinte ele estará ainda encoberto por nuvens, ele não estará encoberto eternamente.

A certeza de que algo de bom e bonito  existe nos faz guardar ainda acesa  a chama dentro do coração. Se o sol vai e volta,  a lua some e reaparece,  as marés baixam e sobem,  não há razões para que na vida  não demos a volta por cima.  A natureza é a prova viva de que  tudo está em movimento sempre  e nós fazemos parte dessa  paisagem idealizada e plantada por Deus.

Tudo é passageiro,  as alegrias vêem e vão,  mas o sofrimento também,  até mesmo aquele que se instala  no mais profundo do nosso ser,  ele também se acalma e deixa  um lugarzinho aberto para   a doçura de viver.

Não podemos desistir de ser felizes  enquanto o sol não desistir  de renascer.

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Eu hoje não fiz nada


 Um homem chegou em casa, vindo do trabalho, e encontrou seus três filhos brincando do lado de fora, ainda vestindo pijamas.
Estavam sujos de terra, cercados por embalagens vazias de comida
entregue em casa.


  A porta do carro da sua esposa estava aberta.
A porta da frente da casa também.
O cachorro estava sumido, não veio recebe-lo.
Enquanto ele entrava em casa, achava mais e mais bagunça.

A lâmpada da sala estava queimada, o tapete estava enrolado e encostado na parede.
Na sala de estar, a TV estava ligada aos berros num desenho animado
qualquer, e o chão estava atulhado de brinquedos e roupas espalhadas.

Na cozinha, a pia estava transbordando de pratos;
ainda havia café da manhã na mesa, a geladeira estava aberta, tinha comida de cachorro no chão e até um copo quebrado em cima do balcão. Sem contar que tinha um montinho de areia perto da porta.

Assustado, ele subiu correndo as escadas, desviando dos brinquedos espalhados e de peças de roupa suja.
"Será que a minha mulher passou mal?" ele pensou.
"Será que alguma coisa grave aconteceu?"

Daí ele viu um fio de água correndo pelo chão, vindo do banheiro.
Ali ele encontrou mais brinquedos no chão, toalhas ensopadas, sabonete liquido espalhado por toda parte e muito papel higiênico na pia. A pasta de dente tinha sido usada e deixada aberta e a banheira transbordando água e espuma.

Finalmente, ao entrar no quarto de casal, ele encontrou sua mulher ainda de pijama, na cama, deitada e lendo uma revista.
Ela olhou para ele, sorriu, e perguntou como foi seu dia.
Ele olhou para ela completamente confuso, e perguntou que diabos havia acontecido em casa para tudo estar tão bagunçado.

Ela sorriu e disse:
-"Todo dia, quando você chega do trabalho, me
pergunta o que eu fiz o dia inteiro dentro de casa."
-TÀ E DAÍ???????
- "Bem......querido, hoje eu não fiz nada!!!!!!!!!"
AUTOR DESCONHECIDO

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Casca de banana

Era uma vez um homem que não tinha nada. Deus olhou para ele e lhe deu dez bananas. Deu-lhe três bananas para que ele se alimentasse. Deu-lhe três bananas para que ele trocasse por uma casa. Deu-lhe três bananas para que ele trocasse por vestuário. E deu-lhe uma banana para que tivesse alguma coisa para mostrar a sua gratidão a Deus.
O homem fez conforme Deus lhe ordenou. Comeu as três bananas que era para comer. Foi lá e trocou três bananas por uma moradia. Usou as outras três bananas para comprar roupa.
Foi então que ele olhou para aquela que seria a décima banana. Olhou-a demoradamente. Logo começou a achar que aquela banana era diferente. Era mais encorpada, mais brilhante, mais bonita. Ele se lembrou que tinha recebido esta banana para que tivesse alguma coisa com que agradecer a Deus pelas outras nove bananas recebidas. Mas, ela lhe parecia tão apetitosa.
Finalmente chegou a conclusão de que Deus não precisava daquela banana. Afinal, não era ele o dono de todas as bananas do mundo? Foi então que ele comeu a décima banana e devolveu para Deus o que sobrou: a casca.

Deuteronômio 8.11,14,17,18: “Guarda-te, não te esqueças do Senhor teu Deus para não acontecer que, depois de haveres construído casas e morado nelas; depois de multiplicarem os teus gados e os teus tesouros, e se aumentar a tua prata e o teu ouro, e ser abundante tudo quanto tens, se eleve o teu coração e te esqueças do Senhor teu Deus. Porque é ele quem te dá forças para adquirires riquezas ”

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

O gavião

Estava eu na minha sala em mais um dia de trabalho. A posição do meu posto de trabalho dava uma visão muito bonita do cenário lá fora, pois atrás da minha mesa havia uma janela muito grande, com um vidro enorme, onde eu podia contemplar a natureza do lado de fora como se fosse um quadro vivo, com os movimentos dos carros que passavam na rodovia e alguns pássaros que voavam embelezando a extensa área verde que havia do outro lado da rodovia.

Nesse dia, enquanto estava envolvido com meu trabalho, num relance eu percebi algo se mexendo na janela. Eu aproximei e vi um pássaro enorme na soleira, do lado de fora da janela. Era um gavião que pousara ali para ter um momento de descanso. O interessante era que o vidro era espelhado, ou seja, durante o dia quem estava lá fora não podia visualizar o lado interior da empresa. Com isso eu pude chegar bem pertinho daquela ave que era muito bonita. Eu senti vontade de ajudá-la de alguma forma; eu queria ser seu amigo, poder tocá-la, servi-la de água e comida, conseguir-lhe um lugar de abrigo. Mas aquela ave, ou, aquele gavião ficava ali indiferente, apenas contemplando a sua própria imagem no espelho e sem perceber a minha presença a quase um palmo de distância. Estava eu ainda admirando quando ele resolveu partir. Confesso que fiquei triste com a sua partida.

Num outro dia ele voltou, mas desta vez o céu estava encoberto de negras nuvens e um temporal não demorou a chegar e aquela ave estava ali do lado de fora, com frio, sem abrigo e eu querendo ajudá-la, mas ela novamente sem perceber minha presença nem minhas boas intenções, alçou vôo em meio ao temporal e saiu sem destino à procura de abrigo. Depois desse dia eu não mais vi aquela bela ave.

Num domingo à noite, num culto na igreja o pastor começou a falar da necessidade de sentir a presença de Deus na nossa vida e eu comecei a me lembrar daquele gavião e pude entender que a nossa relação para com Deus é muito semelhante. O nosso Deus está bem pertinho de nós, contemplando o nosso ser que ele tanto ama e quer muito nos ajudar. Ele quer nos guiar, proteger, dar alimento e acima de tudo, dar uma vida de paz. O desejo de Deus é que nós estejamos morando com ele, que vivamos com Ele para sempre. Mas existe esta barreira que é o vidro, que serve de espelho, onde nós contemplamos somente a nós mesmos e achamos que somos capazes e que pelos nossos próprios esforços podemos alcançar a tão desejada "felicidade". A verdade é que por nosso esforço próprio até conseguimos ter alguns momentos raros de felicidade, mas sempre nos deparamos com a angústia, com o perigo, com o vazio, com a solidão, com a dor e novamente a incerteza nos envolve e nos sentimos fragilizados, impotentes diante dos temporais.

Não espere mais e busque a Deus, pois Ele está mais próximo que você pode imaginar. Através de Jesus, este vidro espelhado não faz mais separação entre nós e Deus. Agora você pode contemplá-lo e com isso, viver não mais para si e sim para Ele. Somente através de Jesus Cristo você pode viver com Deus, pois, através do Espírito Santo, Deus habita dentro de você, em seu coração.

Pense bem na ilustração do gavião e faça uma comparação com a sua vida. Deixe Deus te ajudar, é só aceitar o presente que Ele deu pra mim e prá você também; O seu Filho Jesus Cristo, vitorioso, que venceu a morte e não mais está cravado numa cruz. Ele vive eternamente e está disposto a estar ao seu lado todos os dias da sua vida:

Eis que estou convosco todos os dias até a consumação dos séculos? (Mt 28:20).

"Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo" (II Cor. 5:17).

Que o nosso Deus que tudo vê (Hb 4:13) te abençoe poderosamente.

AUTOR: Paulo Reis

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Doces amigos

Para aquelas pessoas que fazem sorrir meu coração... Para a galera que sempre esteve junto......até mesmo quando eu não estava disposto!!! Para a pessoa que eu esperava que me chutasse quando caí e que foi uma das poucas que me ajudou a levantar...  Para as pessoas que fizeram a diferença em minha vida!!  Para as pessoas que quando olho para trás sinto muitas saudades...

Para as pessoas que me aconselharam quando me senti sozinho, e me ajudaram a entender que não importa em quantos pedaços meu coração tenha se partido, o mundo não pára para que eu o conserte. Para as pessoas que me deram uma força quando eu não estava muito animado para o trabalho!!! Para as pessoas que amei... Para as pessoas que abracei...

Para aqueles que encontro apenas em meus sonhos... Para aqueles que encontro todos os dias e não tenho a chance de dizer tudo que sinto olhando nos olhos... Para aqueles que já se esqueceram de quanto foram importantes para mim.... Para aqueles pessoas que me magoaram e me feriram de alguma forma, que destruíram em segundos a confiança que eu construí em anos...

Mesmo assim, merecem meu perdão e meu carinho... A Vida é um caminho cheio de surpresas, e o final dele ninguém conhece... Você pode fazer coisas em um instante, das quais se arrependerá pela vida inteira. O que importa não é o que você tem na vida, mas QUEM você tem na vida.
 

Queria deixar todo o meu carinho aos meus velhos e também novos amigos, aos meus amigos reais e também aos meus amigos virtuais, que estão sempre presentes em minha vida com sua alegria e boa vontade!!!

Uma das coisas mais importante que aprendi ainda bem menino. O valor da amizade, em todos os sentidos. A cura para quase  todas as dores do coração magoado. E o sorriso que abre as portas da felicidade e sentimos o fraterno amor.

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Por Que?

  Por que tristezas? A vida é bela!
Por que desistir? A vida é uma continuação!
Por que lágrimas? A vida é um sorriso!

Por que amarguras? A vida é uma canção!
Por que ódio? A vida foi feita para amar!
Por que intrigas? A vida é Paz!

Por que blasfemar? A vida foi feita para orar!
Por que mentir? A vida é uma verdade!
Por que sentir-se pobre? A vida é uma riqueza!

Por que sofrer? A vida é superação!
Por que temer? A vida é feita de Fé!
Por que fracassos? A vida é uma grande vitória!

Por que ofender-se? A vida é perdão!
Por que ser infeliz? A vida é uma grande felicidade!
Por que problemas? A vida é uma grande solução!

Por que trevas? A vida já é Luz!
Você tem procurado Cristo? Ele mora em seu coração!
É só abrir a porta e Ele entrará no Santuário, habitando para
sempre em Ti, em Mim e em Nós! Assim Seja!

sábado, 7 de fevereiro de 2015

Quero dividir minha vida

Quero repartir minha vida com quem sabe o seu valor, a dedicação que ela mostra por tudo o que lhe toca o íntimo, tudo o que a sensibiliza e a mergulha nas profundezas do seu coração;  Quero dividir meus dias, minhas noites e chuvas com quem sabe o que representa as estações que renovam a s esperanças, o sereno que recolhe as mágoas, a chuva que inunda o ribeirão do espírito e traz vida nova e cheia de luz;

Quero retalhar meus caminhos com quem sabe como andar por eles é confortável e pacificador, pois em suas margens nascem os mais belos lírios da paz, as mais perfumadas rosas da felicidade, as mais inebriantes paixões;  Quero despedaçar minha existência com quem aposta na harmonia dos dias espiritualizados, com quem procura alento pras suas dores e sabe quão enriquecedor é estender despretensiosamente a mão e recolher sementes de gratidão;

Quero lotear minha vida com quem busca o espaço pra germinar as mais belas manifestações de apreço pelo próximo, quem acredita no tempo como elemento imprescindível para semear afetos, quem faz do seu viver um hino de gratidão e louvor;

Quero, num último desejo, falar que é no tempo que temos o fermento que nutre nossa existência, e não lançar mão dele para o crescimento espiritual é como passar por aqui sem tocar o chão sagrado, não deixando marcas, não riscando o solo da vida, não incendiando nossos semelhantes com o calor da fraternidade e, dessa maneira, inutilmente vivendo.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Atalhos em nossas vidas


Dois jovens recém-casados, eram muito pobres e viviam
de favor num sítio no interior. Um dia o marido fez a seguinte proposta a esposa:
" Querida, eu vou sair de casa, vou viajar para bem longe, arrumar um emprego, e trabalhar até Ter condições para voltar e dar-te uma vida mais digna e confortável.
Não sei quanto tempo eu vou ficar longe, só peço uma coisa: Que você me espere, e enquanto estiver fora, seja fiel a mim, pois eu serei fiel a você. Assim sendo, o jovem saiu, andou muitos dias a pé, até que encontrou um fazendeiro que estava precisando de alguém para ajudá-lo em sua fazenda.

O jovem chegou e ofereceu-se para trabalhar, no que foi aceito.Pediu para fazer um pacto com o patrão, o que também foi aceito.
O pacto foi o seguinte: Me deixe trabalhar pelo tempo que eu quiser e quando eu achar que devo ir, o senhor me dispensa das minhas obrigações. Eu não quero receber meu salário.

Peço que o senhor o coloque na poupança até o dia em que eu for embora. No dia em que eu sair o senhor me dá o dinheiro e eu sigo o meu caminho. Tudo combinado. Aquele jovem trabalhou durante 20 anos, sem férias e sem descanso.
Depois de 20 anos ele chegou para o patrão e disse: "Patrão, eu quero o meu dinheiro, pois estou voltando para minha casa.
O patrão então lhe respondeu. Tudo bem, afinal fizemos um pacto e vou cumpri-lo, só que antes, quero lhe fazer uma proposta, tudo bem ?
Eu lhe dou todo o seu dinheiro e você vai embora ou lhe dou
3 conselhos e não lhe dou o dinheiro. Vá para o seu quarto,
pense e depois me de a resposta."
Ele pensou durante 2 dias, procurou o patrão e disse-lhe:" Quero os três conselhos." O patrão novamente frisou:
" Se lhe der os conselhos, não lhe dou o dinheiro."
E o empregado respondeu: " Quero os conselhos."
O patrão então lhe Falou:
1º Nunca tome atalhos em sua vida, caminhos mais curtos
e desconhecidos podem custar a sua vida;
2º Nunca seja curioso para aquilo que é mal, pois a curiosidade
para mal pode ser fatal;
3º Nunca tome decisões em momentos de ódio ou de dor,
pois você pode se arrepender e ser tarde demais. Após dar os conselhos o patrão disse ao rapaz, que já não era tão jovem assim: "Aqui você tem três pães, dois para você comer durante a viagem e o terceiro é para comer com sua esposa quando chegar em sua casa."
O homem então seguiu seu caminho de volta, depois de 20 anos longe de casa e da esposa que tanto amava. Após o 1º dia de viagem encontrou um andarilho que o cumprimentou e lhe perguntou:
Pra onde você vai? Ele respondeu: Vou para um lugar muito longe que fica a mais de 20 dias de caminhada pôr esta estrada. O andarilho disse-lhe então: Rapaz, este caminho é muito longo, eu conheço um atalho que é ‘dez’ e você chega em poucos dias.
O rapaz contente, começou a seguir pelo atalho, quando lembrou-se do 1º conselho, então voltou e seguiu o caminho normal. Dias depois soube que o atalho levava a uma emboscada.

Depois de alguns dias de viagem, cansado ao extremo, achou
uma pensão a beira da estrada, onde pode hospedar-se.
Pagou a diária e após tomar um banho deitou-se para dormir. De madrugada, acordou assustado com um grito estarrecedor. Levantou-se, de um salto só e dirigiu-se a porta para ir até o local do grito. Quando esta a
brindo a porta lembrou-se do 2º conselho.
Voltou, deitou-se e dormiu, Ao amanhecer, após tomar o café, o dono da hospedagem lhe perguntou se ele não havia ouvido um grito e ele disse que tinha ouvido.
O hospedeiro disse: E você não ficou curioso ? Ele disse que não.O hospedeiro respondeu: Você é o primeiro hospede a sair vivo daqui, pois meu filho tem crises de loucura, grita durante a noite e quando o hospede sai, mata-o e enterra-o no quintal.
O rapaz prosseguiu na sua longa jornada, ansioso pôr chegar a sua casa. Depois de muitos dias e noites de caminhada.....Já no entardecer, viu entre as arvores a fumaça de sua casinha, andou e logo viu entre os arbustos a silhueta de sua esposa.

Estava anoitecendo, mas ele pode ver que ela não estava só.
Andou mais um pouco e viu que ela tinha entre os braços
um homem, que a estava acariciando os cabelos.

Quando viu aquela cena, seu coração se encheu de ódio e amargura e decidiu-se a correr de encontro aos dois e matá-lo sem piedade.
Respirou fundo, apressou os passos, quando lembrou-se do 3º conselho. Então parou, refletiu e decidiu dormir aquela noite ali
mesmo e no dia seguinte tomar uma decisão.
Ao amanhecer, já com a cabeça fria ele disse:
" Não vou matar minha esposa e nem seu amante. Vou voltar para o meu patrão e pedir que ele me aceite de volta.
Só que antes quero dizer a minha esposa que eu sempre fui fiel a ela."
Dirigiu-se a porta da casa e bateu. Quando a esposa abre a porta e o reconhece, se atira ao seu pescoço e o abraça afetuosamente. Ele tenta afastá-la, mas não consegue. Então, com lágrimas nos olhos, lhe diz:
" Eu fui fiel a você e você me traiu." Ela espantada responde:" Como ? Eu nunca te traí, te espero durante esses 20 anos."
Ele então lhe perguntou:
" E aquele homem que você estava acariciando ontem
ao entardecer ? " Ela lhe disse: " Aquele homem é nosso filho. Quando você foi embora descobri que estava grávida. Hoje ele está com 20 anos de idade.
Então o marido entrou, conheceu, abraçou seu filho e coutou-lhes toda a sua história, enquanto a esposa preparava o café. Sentaram-se para toma-lo e comer juntos o último pão.
Após a doação de agradecimento, com lágrimas de emoção ,
ele parte o pão e ao abri-lo, encontra todo o seu dinheiro, o pacto pôr seus 20 anos de dedicação.
Muitas vezes achamos que o atalho "queima etapas" e nos
faz chegar mais rápido, o que nem sempre é verdade.... Muitas vezes somos curiosos, queremos saber da coisas que nem ao menos nos dizem respeito e que nada de bom nos acrescentará....
Outras vezes agimos pôr impulso, na hora da raiva e fatalmente
nos arrependemos depois.... Espero que você, assim como eu, não esqueça desses 3 conselhos, e não esqueça também de confiar, mesmo que a vida muitas vezes já tenha lhe dado motivos para a desconfiança.
AUTOR DESCONHECIDO

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

As 5 pedras escolhidas por Davi!



1ª PEDRA - A PEDRA DA CORAGEM.

A pedra da coragem Davi sabia que isso é fundamental na vida de um servo de Deus.

2ª PEDRA - A PEDRA DA OBEDIÊNCIA.
Deus não se agrada de pessoas desobedientes, pois vemos na palavra (I Sm 15:22) que é melhor obedecer do que sacrificar.

3ª PEDRA - A PEDRA DA PROMESSA.
Davi sempre deu crédito às palavras de Deus. Nunca esqueça, Deus é um Deus de promessa.

4ª PEDRA - A PEDRA DA UNÇÃO.
O profeta Samuel havia ungido a Davi para ser Rei em Israel, e ele não esqueceu que sobre ele estava a unção.

5ª PEDRA - A PEDRA DA FÉ.
Davi esperava em Deus vencer o gigante. você sonha em vencer algum problema tenha fé.

Davi enfia sua mão no alforge e tira uma pedra, A PEDRA DA FÉ, Davi então já via Golias no chão antes mesmo de atirar a pedra. Davi atira a pedra, mas a mira e a força é o Espírito Santo quem dá.Essa é a vida do servo (a) de Deus, anda sempre com as armas CERTAS
Desconheço o autor

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Aprenda a amar


Ninguém é atraído para alguém com um coração sem amor
Todo dia coloque uma pitadinha de amor no seu coração!
Todo dia se proponha a amar mais!

Sabe por que o amor é o segredo de tudo? Porque ele é a essência da simplicidade. Pare de complicar as coisas e você acabará achando o seu caminho, a sua história, a sua missão! Seja simples e o amor surgirá!

A simplicidade olha a natureza sem colocar obstáculos! Por isso, busque na simplicidade a solução de suas dificuldades. Não há outro jeito de conhecer a essência do amor sem ter mais e mais amor em seu coração. Sem amor você não pode conhecer o seu Eu Superior. Sem amor não é possível viver uma vida, viu?

Mantenha o amor fluindo livremente em sua vida e aprenda a amar todos aqueles que te rodeiam! Ame a si mesmo!

O amor que você dá nunca é demais! Não tenha medo de amar! Ame basta então! E sempre! Nem tente se esquivar do fluxo de amor, mesmo que outros o rejeitem. Você já veio assim de fábrica, sabia? Repleto de amor! Para dar e para receber!

E o que fazer quando for rejeitado na sua forma de amar? Siga em frente! Ame mais e mais! E assim você deixará de ser amargo, endurecido, ferido e medroso! E nesse estado, você não será capaz de ajudar outras pessoas. Ninguém é atraído para alguém com um coração sem amor.

Continue aprendendo a amar! Ou reaprendendo, certo? Então, está esperando o que? Não perca  mais tempo e viva intensamente a sua vida amorosamente! Quanto mais rápido aprender isso, melhor!

Bom Dia! Bom Divertimento! Seja feliz e ame bastante, tá?

"Entenda de uma vez por todas, definitiva e conclusivamente: você é aquilo que fizer de você mesmo"


(Luis Carlos Mazzini)

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Amor Incondicional

Uma jovem mãe, submetida a um tratamento contra câncer, voltou do hospital sem cabelos, por causa da radioterapia, e muito consciente da sua aparência.
Estava sentada na cozinha, quando seu filho apareceu na porta, olhando-a curiosamente.
Quando a mãe iniciou o discurso que ensaiara para ajudá-lo a entender o que via, o menino se aproximou e aconchegou-se em seu colo, a cabeça recostada em seu peito.
A mãe acariciou a cabecinha do filho e disse: “Você vai ver como daqui a pouco o meu cabelo vai crescer e eu vou ficar melhor, como era antes.”
O menininho se levantou, olhou para a mãe pensativo. Com a espontaneidade de seus seis anos, respondeu: “Seu cabelo está diferente, mas seu coração está igualzinho.”

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Declaração de amor

Demonstrar o amor é uma forma de deixar a vida transbordar dentro do próprio coração.
A maioria das pessoas estabelece datas especiais para manifestar o seu amor pelo outro: é o dia do aniversário, o Natal, o aniversário de casamento, o dia dos namorados.
Para elas, expressar amor é como usar talheres de prata: é bonito, sofisticado, mas somente em ocasiões muito especiais.
E alguns não dizem nunca o que sentem ao outro. Acreditam que o outro sabe que é amado e pronto. Não é preciso dizer.
Conta um médico que uma cliente sua, esposa de um homem avesso
a externar os seus sentimentos, foi acometida de uma supuração
de apêndice e foi levada às pressas para o hospital.

Operada de emergência, necessitou receber várias transfusões de sangue sem nenhum resultado satisfatório para o restabelecimento de sua saúde.
O médico, um tanto preocupado, a fim de sugestioná-la, lhe disse:
– Pensei que a senhora quisesse ficar curada o mais rápido possível
para voltar para o seu lar e o seu marido.

Ela respondeu, sem nenhum entusiasmo:
– O meu marido não precisa de mim. Aliás, ele não necessita de ninguém. Sempre diz isto.

Naquela noite, o médico falou para o esposo que a sua mulher não queria ficar curada. Que ela estava sofrendo de profunda carência
afetiva que estava comprometendo a sua cura.

A resposta do marido foi curta, mas precisa:
– Ela tem de ficar boa.

Finalmente, como último recurso para a obtenção do restabelecimento da paciente, o médico optou por realizar uma transfusão de sangue direta.
O doador foi o próprio marido, pois ele possuía o tipo de sangue adequado para ela.
Deitado ao lado dela, enquanto o sangue fluía dele para as veias da sua esposa, aconteceu algo imprevisível.
O marido, traduzindo na voz uma verdadeira afeição, disse para a esposa:
– Querida, eu vou fazer você ficar boa.
– Por que? Perguntou ela, sem nem mesmo abrir os olhos.
– Porque você representa muito para mim. Você é a minha vida!

Houve uma pausa. O pulso dela bateu mais depressa.
Seus olhos se abriram e ela voltou lentamente a cabeça para ele.
– Você nunca me disse isso.
– Estou dizendo agora.

Mais tarde, com surpresa, o marido ouviu a opinião do médico sobre a causa principal da cura da sua esposa.
Não foi a transfusão em si mesma, mas o que acompanhou a doação do sangue que fez com que ela se restabelecesse. As palavras de carinho fizeram a diferença entre a morte e a vida.
É importante saber dizer: amo você! O gesto carinhoso, a palavra gentil autêntica, a demonstração afetiva num abraço, numa delicada carícia funcionam como estímulos para o estreitamento dos laços indestrutíveis do amor.
É urgente que, no relacionamento humano, se quebre a cortina do silêncio entre as criaturas e se fale a respeito dos sentimentos mútuos, sem vergonha e sem medo.
A pessoa cuja presença é uma declaração de amor consegue criar
um ambiente especial para si e para os que privam da sua convivência.

Quem diz ao outro: eu amo você, expressa a sua própria capacidade de amar, mas também, afirmando que o outro é amado, se faz amar e cria amor ao seu redor.
Não Basta amar o outro.
É preciso que ele saiba que é amado!

domingo, 1 de fevereiro de 2015

Um Minuto

Um minuto serve para você sorrir: sorrir para o outro, para você e para a vida. Um minuto serve para você ver o caminho, olhar a flor, sentir o cheiro da flor, sentir a grama molhada, notar a transparência da água.

Basta um minuto para você avaliar a imensidão do infinito, mesmo sem poder entendê-lo. Em um minuto apenas você ouve o som dos pássaros que não voltam mais.

Um minuto serve para você ouvir o silêncio, ou começar uma canção. É num minuto que você dará o sim que modificará toda a sua vida...

E basta, um minuto para você apertar a mão de alguém e conquistar um novo amigo. Em um minuto você pode sentir a responsabilidade pesar em seus ombros, a tristeza da derrota, a amargura da incerteza, o gelo da solidão, a ansiedade da espera, a marca da decepção, a alegria da vitória...

Quanta vitória se decide num simples momento, num simples minuto! Num minuto você pode amar, buscar, compartilhar, perdoar, esperar, crer, vencer e ser...

Num simples minuto você pode salvar sua vida. Num simples minuto você pode incentivar alguém ou desanimá-lo! Basta um minuto para você recomeçar a reconstrução de um lar ou de uma vida. Basta um minuto de atenção para você fazer feliz um filho, um aluno, um professor, um semelhante...

Basta um minuto para você entender que a eternidade é feita de minutos, de todos os minutos bem aproveitados!!!